Você está em Material de apoio > Enxadristas

Henrique da Costa Mecking

Há alguns anos a FIDE publicou em uma reportagem em seu site que, dizia que Henrique da Costa Mecking era o melhor enxadrista que o Brasil havia produzido, devido a sua competitividade e audácia em realizar jogadas que deixavam seus adversários desconcertados.

Durante a sua juvente, devido aos altos índices de vitórias e jogadas incríveis, ele foi comparado a grandes ídolos, tais como o norte-americano Bobby Fischer e o russo Garry Kasparov.

Mecking viveu em um ambiente onde era propício saber jogar xadrez, seu pai jogava, e ele, então, enquanto criança decidiu começar a praticar. Logo aos 13 anos de idade ele foi campeão brasileiro absoluto, no fim do ano de 1965.

Mequinho, comp é carinhosamente conhecido, conquistou o título sul-americano no ano seguinte e, quando completou 15 anos, bateu dois recordes de peso: foi o mais jovem jogador a vencer um campeonato continental e, de quebra, tornou-se, naquela época, o mais jovem mestre internacional da história do xadrez.

O inícios dos anos 70 para ele foram o máximo, pois em 1972 Mequinho garante o título de Grande Mestre Internacional, sendo um dos primeiros brasileiros a atingirem esse nível de xadrez.

Eis então que, em 1978 um grande golpe atinge a vida do enxadrista, um problema sério de saúde o obriga a interromper sua carreira por um tempo, sua doença comprometia seriamente o sistema nervoso e os músculos de uma forma geral. Mequinho tentou um retorno em 1991, mas após perder duas vezes ele decidiu parar por tempo indeterminado. Sua volta acontece 9 anos depois, em 2000, em uma disputa contra o atual tricampeão nacional da época, Giovanni Vescovi.

Mequinho mostra que é ainda um jogador de muita força, apesar de dedicar a maior parte de seu tempo à sua fé religiosa. Uma prova disso foi em 2001, no Magistral Najdorf - Argentina, ter empatado com Judit Polgar, a maior enxadrista da história, e também com o seu antigo adversário Viktor Korchnoi.

Atualmente Mequinho é o número 5 do Brasil, com uma pontuação de 2548 no rating FIDE de janeiro de 2010.

Como referenciar: "Henrique da Costa Mecking" em Só Xadrez. Virtuous Tecnologia da Informação, 2013-2019. Consultado em 06/12/2019 às 22:43. Disponível na Internet em http://www.soxadrez.com.br/conteudos/enxadristas/p28.php