Objetivo
 Tabuleiro e Peças
 Movimentos
 Mov. Extraordinários
 Fases do Jogo

 História do Xadrez
 Dicas
 Escolas de Xadrez
 Enxadristas Famosos
 Glossário

 Modalidades de Xadrez
 Variantes
   Chaturanga
   Shatranj
   Xadrez Bizantino
   Xadrez Capablanca
   Grande Acedrex
   Jogo de Gala

 Fund. da estratégia
 Fund. da tática

 Notação algébrica
 Notação descritiva
 Notação numérica
 Notação Forsyth

 Partidas Analisadas
 Organizações
 Campeões Mundiais
 Eventos
 Títulos
 Biblioteca de Xadrez
 Curiosidades
 Fotos Históricas
 Papéis de Parede
 Vídeos
 Filmes
 Mitos
 Laifis de Xadrez
 Fale Conosco

 


 

 

Fundamentos da Tática

No Xadrez, o que chamamos de tática é o movimento que o enxadrista faz em um curto espaço de tempo, porém com uma eficiência notável. A tática usada é sempre de extrema importância para a derrotota ou a glória do jogador. A tática é usada no Xadrez sempre que existem várias possibilidades de se fazer as jogadas.

Chess

A tática consiste em pensar nas mais diversas possibilidades de movimentação das peças em uma determinada, ou em uma sequencia de jogadas, visando sempre, seja em qual for a tática usada, capturar o rei adversário e finalizar com o jogo.

Algumas táticas foram desenvolvidas ao longos dos anos por enxadristas notáveis, que utilizaram a sua experiência para dar mais mobilidade ao jogo de Xadrez. Dentre as inúmeras táticas que existem, há três delas que se destacam, são elas:

Garfos - É a mais simples das três que serão apresentadas aqui, ela consiste em realizar ataques atacando duas peças que estejam desprotegidas, ou então, uma tentativa de atacar o Rei, e qualquer outra peça que esteja aos arredores, oque sempre se faz nessa tática éatacar uma peça que possa vir a proteger o rei, obrigando assim o adversário a ficar sem saída e deixar de forma inevitável que aconteça o xeque-mate. Claro que, está tática pode se aplicar a outras peças de extrema importância no tabuleiro, sendo elas a Dama, o Bispo e a Torre, o cavalo não é citado pois na maioria das vezes que essa tática é usada, é o cavalo que é usado para efetuar a captura da peça adversária.

Na figura abaixo é mostrada uma típica jogada do Garfo, sendo ela feita por um Cavalo branco, nessa jogada, a única peça que dá apoio ao Cavalo é o Bispo, sendo apoiado apenas pelo bispo, as pretas terão que escolher entre sua torre do Rei ou a Dama ou do peão, pois o cavalo irá capturar uma delas na próxima jogada. Caso aconteça esse primeiro caso, será quase inevitável que o jogo termine com um xeque-mate, entretanto, o jogo pode tomar um rumo diferente mas com o mesmo final, caso o Cavalo estivesse posicionado na parte da rainha, quem estaria sob ameaça seriam o Rei e a Torre, entretanto, a jogada só terá um efeito destrutivo ao adversário, caso o cavalo esteja sendo cobrido pelo Bispo, se isso acontecer, a movimentação da Rainha será inútil, e a próxima peça a dar adeus ao jogo será a Torre.

Garfo

 

Pregadura - A pregadura é o tipo de movimento no qual o jogador impossibilita o adversário de mover suas peças, caso elas estejam defendendo uma peça de maior valor do que a que está defendendo. É o caso da figura que veremos a seguir:

Garfo

Neste caso apresentado acima, o cavalo preto está pregado pelo bispo, pois se o cavalo mover-se, o bispo tem acesso direto ao Rei, o que ocasionaria um Xeque-mate, levando assim ao final da partida. Uma jogada de pregadura assim, que pode levar o jogo ao fim, ao tão esperado xeque-mate, é chamado de Pregadura absoluta.

No lado das peças brancas, o Cavalo branco também está pregado, entretando, nesse caso, o jogo não acabaria caso o cavalo fizesse algum movimento, afinal, o Bispo teria acesso direto à Rainha, e não ao Rei. A essa pregadura chamamos de relativa.

 

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Fale Conosco

Copyright © 2013-2017 Só Xadrez. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.