Objetivo
 Tabuleiro e Peças
 Movimentos
 Mov. Extraordinários
 Fases do Jogo

 História do Xadrez
 Dicas
 Escolas de Xadrez
 Enxadristas Famosos
 Glossário

 Modalidades de Xadrez
 Variantes
   Chaturanga
   Shatranj
   Xadrez Bizantino
   Xadrez Capablanca
   Grande Acedrex
   Jogo de Gala

 Fund. da estratégia
 Fund. da tática

 Notação algébrica
 Notação descritiva
 Notação numérica
 Notação Forsyth

 Partidas Analisadas
 Organizações
 Campeões Mundiais
 Eventos
 Títulos
 Biblioteca de Xadrez
 Curiosidades
 Fotos Históricas
 Papéis de Parede
 Vídeos
 Filmes
 Mitos
 Laifis de Xadrez
 Fale Conosco

 


 

 

François André Danican Philidor

François André Danican Philidor é um dos mais ilustres enxadristas que o mundo já viu, nascido no dia 7 de setembro de 1726, teve uma vida vitoriosa no Xadrez, onde marcou época. Começou a pratica do Xadrez enquanto aprendia a tocar instrumentos musicais junto com outros musicos na Capela Real de Versalhes.

Philidpr teve o Xadrez como seu princpal passatempo, até que encontrou um motivo para levar o Xadrez muito a sério, Philidor foi desafiado. Seu desafiante era Sire de Legal, um famoso campeão fracês do clube onde Philidor frequentava para treinar Xadrez. Philidor só foi desafiado porque ninguém acreditava que ele pudesse vencer Sire de Legal.

Após essa vitória, a sua primeira, Philidor entrou de vez no mundo do Xadrez, sendo assim, começou a viajar por diversos lugares, desafiando os mais variados jogadores. No ano de 1749 Philidor fez uma viagem para a Holanda, e logo após, para a Inglaterra, foi na Inglaterra que ele começou a adquirir respeito no meio do Xadrez, ele derrotou o sírio Philippe Stamma por um placar elástico de 8 a 2. Nesse dia, Philidor derrotou o até então considerado, melhor jogador de xadrez do mundo, na época.

Entretanto, após o novo mundo que se abria diante de seus olhos, Philidor teve que largar a carreira musical, com a música ele já estava gastando demais, e o lucro era quase nada, ele começava então, a ter problemas financeiros. Problemas esses que o fez optar por largar a música, arte que ele havia estudao durante quase toda a sua infância, para dedicar-se apenas ao Xadrez, dessa vez, porém, como profissional.

Em meio a torneios de Xadrez que disputava, Philidor foi escrevendo um livro, que após ser lançado, foi um dos maiores sucessos da época, o livro se chamava L’Analyse du Jeu des Échecs, e foi muito apreciado por diversos jogadores de todo o mundo. Philidor entrou para o Hall da fama do Xadrez por quatro motivos muito simples:

Primeiro motivo - Ele conseguiu a façanha de descobrir vários erros nas variantes dos melhores mestre italianos da época (e publicou no seu livro);

Segundo motivo - Sob sua visão de jogar Xadrez, ele apresentou uma nova teoria de jogo dos peões;

Terceiro motivo - escreveu inteligentes análises de finais de partida;

Quarto motivo - obteve enorme êxito em suas partidas, em outras palavras, Philidor mais venceu do que perdeu em toda sua vida.

Durante o seu auge, Philidor era invencível, sua confiança em sua capacidade era tanta, que ele chegava a deixar seu oponente começar o jogo com vantagem material.

Philidor faleceu em 7 de setembro de 1726, na Holanda.

 

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Fale Conosco

Copyright © 2013-2017 Só Xadrez. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.