Objetivo
 Tabuleiro e Peças
 Movimentos
 Mov. Extraordinários
 Fases do Jogo

 História do Xadrez
 Dicas
 Escolas de Xadrez
 Enxadristas Famosos
 Glossário

 Modalidades de Xadrez
 Variantes
   Chaturanga
   Shatranj
   Xadrez Bizantino
   Xadrez Capablanca
   Grande Acedrex
   Jogo de Gala

 Fund. da estratégia
 Fund. da tática

 Notação algébrica
 Notação descritiva
 Notação numérica
 Notação Forsyth

 Partidas Analisadas
 Organizações
 Campeões Mundiais
 Eventos
 Títulos
 Biblioteca de Xadrez
 Curiosidades
 Fotos Históricas
 Papéis de Parede
 Vídeos
 Filmes
 Mitos
 Laifis de Xadrez
 Fale Conosco

 


 

 

Tigran Petrosian

Tigran Petrosian fez grandes jogos ao longo da sua carreira como enxadrista. Dono de grandes feitos, ele é um dos jogadores mais lembrados por todos os enxadristas da atualidade. Tigran nasceu na Georgia, no dia 17 de Junho de 1929 e veio a falecer em em 13 de Agosto de 1984, Moscou, morreu novo, com 55 anos de idade.

Enquanto esteve na ativa na sua vida profissional, ele conquistou vários títulos, sendo o mais importante deles, o Campeonato Mundial de Xadrez. Os seus resultados no torneio trienal, que determina o jogador que vai disputar com o campeão do mundo pelo o título da modalidade, demonstram uma sólida evolução: 5º em Zurique em 1953; 3º lugar partilhado em Amsterdã em 1956; 3º na Iugoslávia em 1959; 1º em Curaçao em 1962. Em 1963 derrotou Mikhail Botvinnik com o resultado 12,5 – 9,5 tornando-se campeão do mundo de xadrez.

Em 1966, surge a possibilidade de defender seu título, ele jogou todas as partidas de maneira simples, porém diretas, venceu todos os principais matchs, chegando para disputar a grande final contra Boris Spassky. A grande final foi digna de virar filme, foi um jogo épico, no qual Boris saiu como vencedor, mas em todas as suas entrevistas, ele sempre comentava que seu xadrez teria que melhorar muito, e elogiava muito Petrosian, pois ele lhe impusera grande dificuldade na final.

Entretanto, o maior feito de Tigran Petrosian foi ter vencido o fenômeno do xadrez, Bobby Fischer; Ele conseguiu interromper uma série de dezenove vitórias consecutivas do americano. A vitória veio na disputa do torneio de Candidatos, em 1971.

Em homenagem a seus grandes feitos e apresentações, existem duas jogadas no xadrez que levam seu nome, são elas:

A variação de Petrosian da Defesa Indiana de Rei (1. d4 Nf6 2. c4 g6 3. Nc3 Bg7 4. e4 d6 5. Nf3 O-O 6. Be2 e5 7. d5) e também a na Indiana da Dama (1. d4 Nf6 2. c4 e6 3. Nf3 b6 4. a3).

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Fale Conosco

Copyright © 2013-2017 Só Xadrez. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.