Objetivo
 Tabuleiro e Peças
 Movimentos
 Mov. Extraordinários
 Fases do Jogo

 História do Xadrez
 Dicas
 Escolas de Xadrez
 Enxadristas Famosos
 Glossário

 Modalidades de Xadrez
 Variantes
   Chaturanga
   Shatranj
   Xadrez Bizantino
   Xadrez Capablanca
   Grande Acedrex
   Jogo de Gala

 Fund. da estratégia
 Fund. da tática

 Notação algébrica
 Notação descritiva
 Notação numérica
 Notação Forsyth

 Partidas Analisadas
 Organizações
 Campeões Mundiais
 Eventos
 Títulos
 Biblioteca de Xadrez
 Curiosidades
 Fotos Históricas
 Papéis de Parede
 Vídeos
 Filmes
 Mitos
 Laifis de Xadrez
 Fale Conosco

 


 

 

Alexey Shirov

Alexey Shirov, assim como todos os grandes enxadristas, começou a demonstrar suas habilidades ainda jovem, não tão jovem quanto Kasparov e Karpov, por exemplo, mas sua carreira se consolidou enquanto ele era ainda um iniciante no mundo do xadrez, um imiciante muito habilidoso, diga-se de passagem.

Shirov entrou para o cenário mundial do xadrez em 1988, quando aos 16 anos de idade ele venceu o torneio Sub-16, fazendo partidas brilhantes e jogadas precisas. Dois anos depois, em 1990, ele chegou até a final do torneio Sub-20, porém, dessa vez ele não conseguiu sair como campeão, ficou com um digno e merecido segundo lugar.

Como manda a tradição, um enxadrista só se torna realmente bom depois que se torna um Grande Mestre, e Shirov não fugiu disso, devido a suas partidas magnificas, em 1992 ele recebeu o título de Grande Mestre Internacional.

Após receber esse título, uma sequencia de grandes vitórias entrou na vida de Shirov, foram várias partidas que o seu brilhantismo entrou em ação e fez várias vítimas nos tabuleiros. Em um curto espaço de tempo ele empilhou várias vitórias em torneios, são elas:

- Torneio de Biel em 1991;
- Torneio de Madrid em 1997;
- Torneio Ter Apel  em 1997;
- Torneio de Monte Carlo em 1998;
- Torneio Mérida em 2000;
- Torneio Memorial Paul Keres em Tallinn em 2004 e 2005.

No ano de 1998, um pouco antes do torneio de Monte Carlo, Alexey Shirov chegou ao quarto lugar do ranking da FIDE, quarto lugar esse, que possibilitou ele a disputar inúmeras partidas contra os mais importantes enxadristas do mundo. A partida mais esperada que deveria ter acontecido era contra o fenômeno Garry Kasparov, o líder absoluto do ranking da FIDE, porém, por falta de patrocineo Shirov não pode fazer a disputa.

Em 2000, Shirov alcançou a final do Campeonanto do Mundo da FIDE em que perdeu para Viswanathan Anand.

Entre Maio e Junho de 2007 Alexei Shirov jogou o Torneio de Candidatos relativo ao Campeonato do mundo de 2007, vencendo na primeira ronda Michael Adams (+1-1=4, vencendo num playoff de rápidas) mas sendo eliminado na segunda, ao perder com Levon Aronian (+0-1=5).

Entrando nos méritos da sua vida pessoal, Shirov casou-se em 1998 com uma argentina chamada Verónica Alvares, logo após o casamento eles mudaram-se para a Espanha, na cidade de Tarragona, lá, Shirov conseguiu a sua cidadania espanhola. Após alguns anos de casado, Shirov e sua esposa se divorciaram, e ele voltou a morar na Letônia, país onde nasceu, ainda assim, ele continuou defendendo a Espanha nos torneios de países. Após dois anos morando no seu país natal, Shirvos casa-se com Viktorija Čmilytė, uma excelente Grande Mestre da Letônia.

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Fale Conosco

Copyright © 2013-2017 Só Xadrez. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.